Quanto custa montar e manter um escritório? Temos a resposta!

Quanto custa montar e manter um escritório? Temos a resposta!
baixar-ebook-8-vantagens-dos-escritorios-compartilhados-synergyco-bannerPowered by Rock Convert

Na área de consultoria, nem sempre é preciso montar um escritório quando se começa a atuar. De início, você consegue organizar estratégias para atender seus clientes, de forma muito eficiente, mesmo sem ter um local de trabalho específico para desenvolver esse negócio. 

Contudo, há um momento em que as demandas de clientes e trabalho começam a aumentar, o que é ótimo para seus negócios. Então você começa a sentir a necessidade de ter uma estrutura física adequada para o trabalho, para agendar reuniões, entre outros compromissos.

Se você chegou até este artigo, provavelmente, esse seja o seu caso. Mas já parou para considerar os custos iniciais e operacionais de se montar um escritório? Será que vale a pena? Vamos trazer essas respostas nas próximas linhas.

Investimentos iniciais para montar um escritório

O ambiente onde você irá trabalhar e atender seus clientes dirá muito sobre a qualidade de seus serviços. É isso que seus clientes vão pensar.

Além da beleza, em um escritório bem configurado, todo ambiente deve contribuir para tornar você e seu negócio mais eficientes. Planejá-lo corretamente é fundamental para garantir que seu escritório tenha o que você precisa.

Nesta análise, estamos considerando um escritório convencional, com o mínimo necessário para oferecer eficiência e conforto, que transmita uma imagem profissional para seus clientes.

  • mobiliário do escritório (mesas, cadeiras, armários, gaveteiros, sofás etc.);
  • equipamentos de escritório (computador, impressora, telefone etc);
  • artigos de decoração;
  • obras e reformas (pinturas, adaptações na estrutura, etc.);
  • ar-condicionado (aquisição e instalação);
  • instalações elétricas e hidráulicas;
  • inclua também, caso necessário, os materiais para sala de reunião e recepção.

Investimentos para manter um escritório

Não são poucos os custos mensais, fixos e variáveis, para se manter um escritório. Então vamos direto ao ponto! Você vai precisar se preocupar, principalmente, com:

aluguel coworking bhPowered by Rock Convert
  • aluguel em área de boa localização;
  • condomínio;
  • IPTU;
  • internet;
  • telefone Fixo;
  • serviço de limpeza;
  • energia elétrica;
  • água.

É importante considerar ter uma secretária, pois a imagem do profissional atendendo porta, telefonema, buscando café e água não é a mais elegante. Assim, some aos seus gastos mensais esse salário com encargos trabalhistas.

Todas essas informações mencionadas não são para lhe desanimar, mas, sim, para mostrar a realidade dos custos de se montar e manter um escritório — que não são baixos.

Se você precisa de um lugar para o trabalho, contudo montar e manter o próprio escritório não é viável, a opção ideal pode ser utilizar escritórios compartilhados.

Escritórios compartilhados o que são

Um escritório compartilhado é um espaço profissional fornecido como um serviço para profissionais de diferentes origens. São ambientes de trabalho mobiliados e equipados, que disponibilizam infraestrutura completa para que empresas e profissionais autônomos exerçam suas atividades. Esses serviços podem ser contratados por meio de planos ou pacotes de serviço de acordo com orçamentos ou necessidades de cada um.

Escritório próprio vs Escritório compartilhado

 Para que fiquem mais claras as diferenças entre montar um escritório e trabalhar em um escritório compartilhado, vamos fazer um breve comparativo.

Investimento inicial

  • Escritório próprio: Alto custo inicial com a compra de mobília, equipamentos, reformas etc.
  • Escritório compartilhado: Sem necessidade de investimento ou custo inicial.

Custos operacionais

  • Escritório próprio: Alto custo operacional com aluguel, condomínio, energia elétrica etc. Além da preocupação em ter que manter todos os pagamentos em dia.
  • Escritório compartilhado: Na mensalidade já estão inclusos todos os serviços básicos, além de estarem localizados nos melhores endereços da cidade.

Recepcionista e limpeza

  • Escritório próprio: Você terá que arcar com salários e encargos trabalhistas dos profissionais que exercerão essas atividades.
  • Escritório compartilhado: Disponibiliza, no plano escolhido, recepcionista e limpeza diária do escritório.

Termos do contrato de aluguel

  • Escritório próprio: Possui regras burocráticas, como tempo de contrato, necessidade de fiador, multa rescisória, entre outras.
  • Escritório compartilhado: Possui contratos e horários flexíveis, de acordo com a necessidade de cada empresa ou profissional autônomo.

Além disso, um escritório compartilhado promove um networking fundamental para o crescimento do seu negócio.

Enfim, esses são os pontos principais que você deve analisar quando for optar por um escritório compartilhado ou montar um escritório próprio.

E então, ficou com alguma dúvida? Ficou interessado em conhecer um escritório compartilhado? Então entre em contato conosco!

8 vantagens dos escritórios compartilhados

Baixar ebook gratuito 8 vantagens do coworking

Guia prático para montar um plano de negócios eficiente


Siga-nos

Share This